segunda-feira, 2 de março de 2015

Corinthians 3 x 0 Mogi Mirim – Líder no Estadual

Nestário Luiz
1º/3/2015

Um primeiro tempo sonolento e um segundo tempo inspirado. Com três belos gols na segunda etapa, o Corinthians venceu o Mogi Mirim por 3 a 0 neste domingo na Arena de Itaquera e lidera o Grupo B do Campeonato Paulista. Com sua quinta vitória no Estadual, o Timão chegou aos 16 pontos e tem o melhor aproveitamento da competição: 88,9%.

Com time misto, já que quarta-feira tem jogo pela Libertadores contra o San Lorenzo, o Corinthians não conseguiu passar pela marcação do Mogi no primeiro tempo e pouco assustou. Na segunda etapa, com Danilo no lugar de Vagner e Luciano substituindo Malcom, o Timão melhorou muito e criou boas chances ofensivas. E fez três bonitos gols, com Jadson, Luciano e Guerrero.

No início da partida, Magrão recebeu na área e chutou na saída de Cássio, que fez grande defesa. Pelo Timão, Jadson bateu falta pela direita e Vagner, meio que no susto, desviou de cabeça e acertou o travessão. Jadson também lançou a bola para Guerrero, que concluiu por cobertura na saída do goleiro do Mogi, mas mandou à direita.

No intervalo, o técnico Tite avaliou que o esquema com dois centroavantes, Guerrero e Vagner, não estava dando certo. “Eles podem jogar juntos. Deu certo no primeiro tempo? Não, mas pode dar certo no futuro. Os dois são móveis, têm boa finalização... O entrosamento pode proporcionar isso”, disse, em entrevista publicada no Lancenet.

Vagner saiu e Danilo foi para o jogo. Entrou muito bem. O Corinthians criou e assustou bem mais no segundo tempo. Luciano, que entrou mais tarde, também foi bem.

Jadson teve a primeira boa chance. O meia, que desistiu de ir para a China para permanecer no Timão, limpou a marcação na área e chutou. O goleiro espalmou para escanteio. Na segunda chance, Jadson guardou. Ele recebeu de Guerrero e bateu de fora da área, no ângulo esquerdo do goleiro do Mogi. Golaço do Timão!

O Corinthians continuou no ataque. Guerrero recebeu na área, driblou o goleiro e chutou em cima do zagueiro. Depois, Edu Dracena pegou sobra na área e cabeceou no travessão.

Aí saíram os outros dois gols. Guerrero tocou para Luciano passar pelo zagueiro e bater rasteiro para fazer o segundo. Na sequência, Luciano devolveu a assistência e cruzou para Guerrero pegar de primeira e definir a vitória: 3 a 0 na Arena, que neste domingo recebeu 29.442 torcedores pagantes, com renda de R$ 1.449.441,65.

Com o gol, Guerrero se tornou o maior artilheiro estrangeiro da história do Corinthians, ao lado do argentino Tevez. O atacante peruano chegou ao Timão em julho de 2012 e soma 46 gols em 118 partidas. Guerrero também é o artilheiro da Arena Corinthians, com dez gols.

O Corinthians tem este ano seu melhor desempenho depois dos seis primeiros jogos pelo Paulistão desde 2000. Com cinco vitórias e um empate em seis partidas, o Timão superou 2009 e 2012, quando obteve quatro vitórias e dois empates. Em 2000, a equipe obteve seis vitórias nas seis primeiras rodadas.

Agora é Libertadores. Quarta, às 22h, o Corinthians enfrenta o San Lorenzo/ARG pela segunda rodada da fase de grupos. O jogo será disputado no Estádio Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires. O Timão deve jogar com quase a mesma equipe que venceu o São Paulo. Fábio Santos, machucado, dará lugar a Uendel. Jogão contra o atual campeão da Libertadores!

Corinthians 3 x 0 Mogi Mirim

Escalação: Cássio, Edilson, Yago, Edu Dracena, Mendoza (Fagner); Cristian, Petros, Jadson; Malcom (Luciano), Vagner Love (Danilo) e Guerrero. Técnico: Tite.

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Ituano 1 x 1 Corinthians – Chato...

Nestário Luiz
22/2/2015

Empate chatinho entre Ituano e Corinthians neste domingo. As equipes ficaram no 1 a 1 no Estádio Novelli Jr., em Itu, pela sexta rodada do Campeonato Paulista. Com o empate e a vitória da Ponte Preta sobre o São Bernardo por 2 a 0, o Timão caiu para a segunda colocação do Grupo B da competição. A Ponte soma 11 pontos e o Corinthians, dez. Porém, o Timão tem dois jogos a menos.

Depois do partidão contra o São Paulo quarta-feira, Tite escalou um time reserva para ir ao interior de São Paulo. De titulares, só Cássio e Guerrero. Bruno Henrique começou jogando, mas machucou o ombro logo no início e deve ficar cerca de um mês fora.

Ituano e Timão fizeram um primeiro tempo chato. No segundo as coisas melhoraram, as chances apareceram e os gols saíram. O Corinthians saiu na frente e parecia controlar o resultado, mas tomou o empate.

Guerrero tentou no começo da partida e o goleiro do Ituano espalmou. Depois, Uendel limpou o zagueiro e bateu cruzado. A bola passou pertinho.

Na segunda etapa, Edilson foi derrubado na área. Cristian bateu o pênalti com categoria no canto esquerdo e fez 1 a 0, Timão. Segundo avaliação do Lancenet!, Cristian foi um dos melhores do Corinthians em campo, ao lado de Uendel. O volante fez o primeiro gol dele neste ano.

O Ituano se animou e empatou o jogo. Após cruzamento da esquerda e um minuto depois de entrar na partida, Jheimy completou de cabeça para a rede: 1 a 1 em Itu. O lance, porém, começou com falta em Petros, que ficou com a marca da chuteira do adversário na perna.

Segundo o Footstats, o Corinthians teve bem mais posse de bola (60%) e finalizou mais, 11 a 6. Porém, o Ituano teve mais chances claras de gol: 3 a 2. A partida, apitada por Márcio Henrique de Góis, teve 39 faltas (23 do Timão) e oito cartões amarelos (cinco do Ituano).

O Corinthians volta a jogar quarta-feira, às 19h30, contra o Linense, em Lins, em partida adiada da segunda rodada do Campeonato Paulista.

Ituano 1 x 1 Corinthians

Escalação: Cássio, Edilson, Yago, Edu Dracena, Uendel; Cristian, Bruno Henrique (Danilo), Petros; Mendoza, Malcom (Luciano) e Guerrero (Vagner Love). Técnico: Tite.


Petros (à esquerda) briga pela bola em Itu.
(Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Corinthians 2 x 0 São Paulo – Golaços de Elias e Jadson

Nestário Luiz
20/2/2015

A vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo na Arena de Itaquera mostrou que o Corinthians está sendo bem treinado e conta com um elenco equilibrado neste início de temporada. Uma bela atuação e um resultado merecido. Mesmo sem a artilharia de Guerrero, o Timão foi superior ao São Paulo, quase não tomou sustos e teve bom desempenho de jogadores que vinham tendo alguma contestação, como Elias, Jadson e Felipe.

No primeiro Corinthians x São Paulo numa Taça Libertadores, a expectativa era grande. Na Arena, 38.487 torcedores pagaram ingresso e fizeram com que o estádio tivesse seu maior público em jogos do Corinthians. Em campo, um Timão organizado, trocando passes e vitorioso, líder do Grupo 2 após a rodada inicial.

No primeiro ataque do Timão, Fábio Santos chutou por cima. Depois, que lance! Bola trabalhada, tabela, lançamento e conclusão para a rede. Elias, Danilo, Jadson e gol. Elias tocou e saiu em direção à área. Danilo passou para Jadson lançar Elias, que pegou de primeira e tocou no canto direito de Rogério. 1 a 0, Timão.

Ainda no tempo primeiro, Gil desviou cruzamento de Jadson e assustou. Luís Fabiano cabeceou no susto e mandou para fora. No segundo, Danilo concluiu fraco e Rogério encaixou. Fábio Santos também tentou e o goleiro pegou.

Na metade da etapa final, Emerson dividiu com Bruno e ganhou fazendo falta. O lance seguiu, Emerson avançou em velocidade e rolou para Jadson, que deixou o zagueiro caído e concluiu de pé esquerdo para vencer Rogério e definir o resultado em Itaquera: Corinthians 2 a 0. No finzinho, Renato Augusto e Danilo ainda tiveram chances de aumentar.

Vitória de um Corinthians seguro, treinado, com vontade. Não sou especialista em tática, deixo isso com Mauro Beting e Paulo Vinícius Coelho, mas sei que o Timão está jogando no esquema 4-1-4-1, com Ralf como volante e Elias, Jadson e Renato Augusto, e também Emerson, mais à frente. Elias, como surpresa, foi ao ataque e abriu o placar. Danilo fez bem seu papel como atacante. Na marcação, bom desempenho, também. Poucos ataques são-paulinos contra o gol de Cássio.

Nos números do Footstats, o São Paulo teve mais posse de bola (56%), mas foram 14 finalizações do Corinthians contra nove do adversário. Conclusões certas: cinco do Timão e uma do São Paulo. O Corinthians desarmou 33 vezes e o São Paulo, 26.

Resumo: o Corinthians começou muito bem a Libertadores, como começou bem a temporada. Pela Libertadores, o time joga dia 4 de março contra o San Lorenzo na Argentina. Neste domingo, pelo Paulistão, a partida é diante do Ituano, no interior.

Audiência
Na TV Globo, Corinthians 2 x 0 São Paulo teve mais audiência do que a final da Copa do Mundo do ano passado. A partida deu à Globo 32,2 pontos na Grande SP. Superou a decisão da Copa, Alemanha 1 x 0 Argentina, que teve 30,7 pontos. Foi a maior audiência do futebol desde Brasil 1 x 7 Alemanha (36,2). Informações do site Notícias da TV.

Recorde
O clássico teve o maior público da Arena em jogos do Corinthians. 38.487 torcedores pagaram ingresso (39.026 foram ao estádio), número que superou os 38.044 pagantes de Corinthians 2 x 1 Criciúma, pelo Brasileirão do ano passado.

A renda bruta de R$ 3.528.236 foi a maior da história do Corinthians como mandante. Porém, segundo informa o Lancenet!, o Timão teve que pagar R$ 529.235,40 à Conmebol e à Federação Paulista de Futebol, que ficam com 10% e 5%, respectivamente, da renda.

300
O guerreiro volante Ralf completou contra o São Paulo 300 partidas pelo Corinthians. Ele chegou ao Timão em 2010 e conquistou Campeonato Brasileiro (2011), Libertadores (2012), Mundial de Clubes (2012), Campeonato Paulista (2013) e Recopa Sul-Americana (2013).

Ralf já marcou sete gols pelo Timão. Pela Libertadores, ele disputou todas as partidas do Corinthians desde que foi contratado. São 35 jogos até aqui.

Corinthians 2 x 0 São Paulo

Escalação: Cássio, Fagner, Felipe, Gil, Fábio Santos; Ralf; Elias (Bruno Henrique), Jadson (Mendoza), Renato Augusto, Emerson (Malcom); e Danilo. Técnico: Tite.


Elias (7) comemora seu gol contra o São Paulo.
(Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Estatísticas dos jogos que assisti (?)

Nestário Luiz
10/2/2015

Olá, amigo internauta. Esta matéria é uma ótima dica de atividade para seu tempo sem nada para fazer. Já tinha pensado nessa ideia algumas vezes, mas resolvi finalmente colocá-la em prática em 2015. Dá trabalho, mas pretendo fazer um “balanço” como este por mês. E, se der certo, o número final pode ser interessante e divertido.

Bom, mas o que é? Resolvi catalogar todos os jogos que assisto. Em 31 dias de janeiro, acompanhei 46 partidas. Acha muito? Pouco? Nem eu sei. Visto que eu trabalho e tenho outras atividades, até que assisti bastante futebol no mês.

Não tem muita regra nisso que inventei. Entram na conta os jogos que assisti inteiros ou boa parte deles. Aquelas zapeadas pelos canais esportivos, claro que não contam.

Quais narradores, quais equipes de transmissão, quais emissoras, quais competições e quais times mais acompanhei? São essas informações que pretendo apurar. Haha, é sério. Uma observação: a partir desses dados, você pode ter uma noção de quais times e quais campeonatos mais gosto, mas não das emissoras e muito menos dos narradores. Alguns locutores a gente atura por falta de opção, afinal muitas competições são exclusivas de um ou outro canal.

Em janeiro, o narrador que mais acompanhei foi o bom Linhares Jr. Assisti a 12 jogos com ele. Paulo Andrade, com oito partidas, vem em segundo. A dupla de transmissão que mais teve a minha audiência foi Linhares Jr. e Wagner Vilaron: oito jogos. Gosto dos dois. Aliás, curto bastante o Vilaron. Puta comentarista. Em segundo lugar, uma dupla que já não gosto (nem em dupla, nem isoladamente): Jader Rocha e Roger, com quatro jogos. Ao todo, foram 18 narradores e 29 equipes de transmissão.

No primeiro mês do ano, assisti a jogos de 61 equipes diferentes (caramba!). Lembro que esse número alto pode ter ocorrido devido à Copa São Paulo de Futebol Júnior, que tem jogos de times de muitos cantos do Brasil. Aliás, vem da Copa SP o maior número de partidas que assisti: 19. Do Campeonato Inglês foram sete.

E os times? Isso imagino que será tendência: o Corinthians em primeiro lugar. Como vi todas as partidas do Timão na Copa SP, o Corinthians sub-20 ficou em primeiro lugar com oito jogos. O Brasil sub-20, que disputou o Sul-Americano mês passado, ficou em segundo com cinco partidas. Do Corinthians principal, que disputou amistosos em janeiro, assisti a três jogos.

É isso. Ao longo do ano vou postando esses balanços doidos. Apesar de trabalhoso, fazer isso deve ser divertido. Está lançado o desafio das transmissões de futebol!

Balanço

Período: 1 a 31 de janeiro de 2015

Emissoras (todas)

Emissora
Jogos
SporTV
24
ESPN
12
Fox Sports
3
Globo
3
Premiere
2

Competições (todas)

Competição
Jogos
Copa SP
19
Inglês
7
Sul-Americano sub-20
5
Espanhol
4
Amistosos
3
Florida Cup
2
Super Series
2
Paulista
2
Copa do Rei
1
Alemão
1

Narradores (todos)

Narrador
Jogos
1
Linhares Jr.
12
2
Paulo Andrade
8
3
Jota Jr.
4
4
Jader Rocha
4
5
Odinei Ribeiro
3
6
Gustavo Villani
2
7
Luís Roberto
2
8
Hamilton Rodrigues
1
9
Osvaldo Luís
1
10
Henrique Guidi
1
11
Eusébio Resende
1
12
Everaldo Marques
1
13
Cledi Oliveira
1
14
Eduardo Moreno
1
15
Cléber Machado
1
16
Rogério Vaughan
1
17
Luiz Carlos Largo
1
18
Bachin Jr.
1

Equipes de transmissão (com mais de um jogo)

 Equipes
Jogos
Linhares Jr. e Wagner Vilaron
8
Jader Rocha e Roger
4
Odinei Ribeiro e Luiz Ademar
3
Jota Jr. e Belletti
3
Gustavo Villani e PVC
2
Paulo Andrade e Antero Greco
2
Paulo Andrade e Paulo Calçade
2
Linhares Jr. e Luiz Ademar
2
Linhares Jr. e Ivan Andrade
2

Times (com mais de um jogo)

 Times
Jogos
Corinthians sub-20
8
Brasil sub-20
5
Palmeiras sub-20
4
São Paulo sub-20
4
Corinthians  
3
Palmeiras 
3
Tottenham
2
Chelsea
2
Flamengo sub-20
2
Barcelona
2
Real Madrid
2
Manchester United
2
Uruguai sub-20
2
Manchester City
2
Botafogo/SP sub-20
2
São Paulo 
2



Linhares Jr., narrador do SporTV e do Premiere.
(Foto: Divulgação)